Guia de Carrreiras

Tecnólogo em Transporte Terrestre

Este profissional planeja e implanta medidas para melhorar o transporte terrestre de pessoas e cargas. Também propõe soluções para melhorar o trânsito nos centros urbanos.

Duração: 2 anos

Salário: R$ 4.100,00*

* Fontes
- Salário Médio - Sindicato dos Técnologos do Estado de São Paulo GO (40h semanais)
- Guia do estudante. Disponível em: http://guiadoestudante.abril.com.br/

Perfil

NOME: Saulo Barbosa de Oliveira FORMAÇÃO: Tecnólogo em Transportes Terrestre – Urbano, especialista com MBA em Engenharia de Produção e Logística. CARGO ATUAL / EMPRESA: Analista em Controladoria – Grupo Pérola

Quais as principais atividades de um profissional formado em sua área?

O profissional formado em Transportes Terrestres (TT) pode atuar em diversas áreas, tais como no Transporte Público e Transporte de Cargas – atuando como profissional estratégico na elaboração de relatórios de desempenho das frotas com o objetivo de maximizar os lucros e reduzir os custos; e em órgãos Públicos e empresas Privadas – na educação e Segurança para o Trânsito, engenharia de Tráfego, projetos relacionados a Mobilidade Urbana como ciclovias, corredores exclusivos e preferenciais de ônibus, e construção de Viadutos ou Túneis.

Quais os maiores desafios para os profissionais dessa área?

O maior desafio enfrentado pelo profissional formado em Transporte Terrestre é a falta de informação e conhecimento da profissão pelo mercado de trabalho, já que trata-se de um curso superior ainda novo em nossa região. Apesar deste desafio, as perspectivas são bem interessantes, pois este é um profissional totalmente capacitado para contribuir com o desenvolvimento social e colaborar para o crescimento econômico de empresas e órgãos públicos, e cuja demanda e necessidade vem crescendo diariamente.

Quais as oportunidades de mercado que esta área oferece?

As Oportunidades de mercado estão diretamente relacionadas aos desafios e características da região e de suas empresas. É muito bom lembrar que a região de Anápolis é considerada privilegiada quando falamos sobre transportes e logística, pois tem um dos maiores polos industriais do Estado de Goiás, por sua localização no eixo de duas capitais (Goiânia e Brasília), por ter em suas perspectivas grandes projetos logísticos em execução - como o Aeroporto Internacional de Cargas e a Ferrovia Norte-Sul, por já operar a Ferrovia Centro-Atlântica, e por ser entroncamento das principais rodovias federais que cortam o coração do Brasil (BR-060, BR-153 e BR-040).

Quais as principais características (perfil) dos profissionais da área?

As principais características para os profissionais desta área devem ser dinamismo, proatividade, organização, conhecimento consistente em softwares tipo CAD e planilhas, interesse em integrar-se a conhecimentos de outras áreas como, Gestão de Pessoas, Marketing, Engenharia, Financias, e perfil para gerenciamento e solução problemas e gargalos.

O que você diria para aqueles que tem interesse em ingressar na área?

Eu diria que é uma ótima área, pois trata-se de um ramo essencial para a sociedade, tanto no transporte de cargas, passageiros ou na engenharia de tráfego, o que torna a oferta de empregos sempre abundante. Pessoas necessitam se locomover, alimentos devem chegar à prateleira dos mercados, bens de consumo às lojas, cidades tendem a manter um ritmo acelerado de crescimento, e aliar crescimento, demanda, e qualidade de vida se mostra cada vez um desafio maior. Portanto, entre com vontade de vencer, de correr atrás de oportunidades de capacitação, não tenha limites geográficos, busque conhecimento, pois são poucas as regiões que oferecem esta oportunidade de formação.